terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Resenha #48: Feios - Scott Westerfeld (Clube do Livro)

    Hey amorecos! Espero que esteja tudo de boa com vocês.

Esse mês de fevereiro no Clube do Livro nosso desafio era ler um livro com o título com apenas uma palavra, e o livro escolhido por mim foi o "Feios". Fazia um tempo já que eu queria ler essa série, e vi a oportunidade. Vou tentar fazer uma resenha simples, menor que o normal e sem spoilers, hahahah.

    Bora lá?



Imagem MLC

    SINOPSE:  Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista - mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá.
Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos - que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.

    Tally Youngblood está deprimida, pois seu melhor amigo Peris se tornou bonito três meses antes dela, mas, a promessa de serem amigos para sempre não foi esquecida por ela, mas, parece ser sido esquecida por ele. Peris nunca escreveu para Tally, e em uma tentativa corajosa de ver o amigo, Tally sai de Vila Feia e se aventura até onde o amigo agora está. Após uma agitada noite envolvendo festas, máscaras, saltos e jaquetas de bungee jump, ela conhece Shay, uma feia nascida no mesmo dia que Tally. Elas passam muito tempo juntas e descobrem muitas afinidades. Shay ensina Tally a usar a prancha voadora, e Tally a ensina a burlar o sistema. Se tornam grandes amigas, e toda vez que Tally reafirma seu desejo de se tornar uma Perfeita, Shay afirma que não quer isso pra ela. Uma semana antes de completar dezesseis anos, Shay foge e deixa instruções para Tally a encontrar na Fumaça, um lugar onde todas as pessoas não são estereotipadas em Feias e Perfeitas, simplesmente são pessoas. 

     No dia de seu aniversário, Tally está ansiosa por sua cirurgia, Shay está longe e ela está se sentindo sozinha. O problema é que ao invés de ir logo para a ala médica e ter sua pele raspada e substituída, seus ossos substituídos por próteses plásticas, partes de seu rosto serem trocados por próteses plásticas para que ela fosse exatamente igual a todas as pessoas de Nova Perfeição, algo acontece, e a moça é levada até um outro lugar onde uma médica assustadora lhe dá uma opção: ou ela vai até a Fumaça e entrega a localização deles, ou será uma Feia para sempre. Tally fica apavorada, a doutora C. é uma mulher horripilante que lhe causa muito medo, e ela sem escolha - afinal, não queria permanecer feia pelo resto da vida - ela embarca para o que seria a maior aventura de sua vida.



Imagem MLC

   Tally então passa a questionar o que é certo e o que é errado para sua vida. Interessante que esse livro é mais uma distopia que traz um pouco mais do mesmo, e, ao mesmo tempo é totalmente diferente do que estamos acostumados. Mais do mesmo porque é aquela mesma fórmula: aos dezesseis anos a pessoa precisa sair da sua zona de conforto e ir para outro estilo de vida, tomar uma decisão que mudará completamente sua vida e posteriormente, a sociedade. Tecnologia avançada, pessoas manipuladoras que tentam usar esses "novos adultos" por assim dizer em seus planos pérfidos. Diferente por que dessa vez a sociedade totalmente marxista transforma todos em pessoas iguais, com o mesmo esterótipo e o padrão de beleza é tudo para elas. As crianças são manipuladas a acreditar que são feias e que suas vidas realmente não importam até que elas completem 16 anos e se tornem perfeitas. Como se fosse a vila dos Smurfs, as personalidades podem até ser diferentes, mas, as caras são todas iguais. 

    Feios retrata  de uma forma bem interessante as questões atuais que a sociedade impõe, como o padrão de beleza. Cada um tem que se aceitar como é, e não como as pessoas julgam que deveria ser. Como toda distopia alguma coisa aconteceu com o planeta para que essa sociedade se erguesse, no caso, uma briga por causa de petróleo gerou guerras, e apesar de eles intitularem os antigos seres humanos de monstros que queimavam árvores e eram assassinos cruéis, a sociedade na trama não passa de mais uma dessas que quer a igualdade a qualquer custo. Na verdade, Feios nos mostra um pouco de como as pessoas podem fazer extravagâncias e até mesmo serem cruéis umas com as outras em busca de perfeição. 

      Não foi o livro mais lindo que li, mas, definitivamente, um dos que me deixou bastante pensativa. Feios é uma série de quatro livros: Feios, Perfeitos, Especiais e Extras. Já estou lendo o segundo, em breve teremos bastante resenhas por aqui, ok?

   A partir de semana que vem, a rotina de postagens todas as terças, quartas e quintas volta ao normal, ok?


Feios (Uglies) - Scott Westerfeld, 416 páginas, Editora Galera Record. Eu gostei, recomendo!
    Beijos e queijos meus e do Finch!


Imagem MLC (Finch lindo!)

20 comentários:

  1. Cecy como sempre arrasando nas resenhas! <3
    Eu sempre vi muitas fotos desse livro, mas nunca parei pra ler uma resenha sobre ele, parece ser bem interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadinha, Vaneza!
      Foi difícil tentar ser uma narradora onisciente neutra, acabei sendo narradora onisciente seletiva e dando meu ponto de vista, rs!

      Beijoooo

      Excluir
  2. Olá!
    Esse livro está na minha lista há muito tempo!! Estou amando ler distopias, então pretendo ler Feios em breve :D
    Adorei a resenha!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mô!
      Também estou nessa fase de distopias, te entendo. Já tinha tempinho que eu queria ler esse também, achei muito legal!

      Beijoooo ❤❤

      Excluir
  3. Já me indicaram taaanto Feios que faz vergonha eu não ter lido ainda. Mas sua resenha me fez ter coragem Cecy! Vou colocar na lista do mês e vamos na fé e luta hahha

    Beijos,
    Clara do Próxima Primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha!

      É muito bonitinho, flor! Vai fundo!

      Beijoooo 💖

      Excluir
  4. Oi Cecy
    Eu ouvi falar bastante de "Feios"inclusive ouvi alguns comentarios falando de que não entendia como não é uma das distopias modinhas que seguem esse padrão que voce citou.
    Amei sua resenha .Acho que em breve vou dar uma chances a Feios.

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi!
      Eu gosto muito de ler distopias, já unha ouviu falar uns dois nos trás sobre essa série, mas, só chamou minha atenção após uma amiga minha comentar que queria ler. Aí fui pesquisar, e não me arrependi. Acho que você pode sim dar uma chance!

      Beijoooo 💖💖💖

      Excluir
  5. Oieeeeee Cecyyyyyy
    Faz tempo que quero ler esse livro mas acaba que outros passam na frente e aí vai ficando na vontade rsrsrs
    Mas sua resenha me deixou muito curiosa e vou colocar ele na lista dos desejados!!!!
    Bjs flor e excelente fds pra ti
    Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oo Luliiii!!!
    Eu entendi, vivo fazendo isso, separo os que quero ler e acabo lendo outros na frente, rs. De uma chance para Feios, é muito fófis!

    Beijoooo e um excelente final de semana pro cê! 💗💗💗

    ResponderExcluir
  7. Cecy sua lindaaaaaa ♥
    Eu amei sua resenha ♥♥♥ já tinha ouvido falar nesse livro, mas não sabia sobre o que era na realidade e eu amei :)
    Eu amei a sua resenha e já quero saber qual escolha ela fez.
    Estou ansiosa pra ler a resenha do próximo também :)
    Espero poder ler Feios em breve ♥
    ótimo domingo
    bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati, sua linda! 💓💓💓
      Notei que muita gente conhece Feios, mas, não conhece, rs. Bastante gente já ouviu sobre ele, mas, pouca gente leu. As escolhas de Tally são ao mesmo tempo cruéis e libertadoras... Sem spoiler, haha!

      Leia sim, será bom!

      Beijoooo ❤

      Excluir
  8. Eu tenho muita curiosidade em ler essa saga, porque acho que demonstra bem a sociedade em que vivemos né? cheio de padrões de beleza.sério.amei demais sua resenha e me deixou ainda mais empolgada pra ler ahahaha ^^

    beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, bom ter você por aqui! 🌸🌸
      Eu tinha essa mesma visão que você, e vou te dizer que não me decepcionou. O aspecto político está implícito, mas, essa questão da sociedade fútil é super explícita, as extravagâncias ridículas qhe as pessoas fazem por querer ficar o mais próximo possível da perfeição é muito bem colocado nessa saga. Estou gostando bastante!

      Beijoooo 💖💖💖

      Excluir
  9. Adorei a resenha Cecy, gostei da temática do livro, também quero ler esse livro ,está como desejado na minha estante do skoob , bjus Cecy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joyce!
      Como eu disse, ao mesmo tempo que é mais do mesmo, muita coisa muda! Acho.que você vai gostar!

      Beijoooo 💞

      Excluir
  10. Oiii, Cecy!
    Fiquei viciada lendo essa resenha, haha. Já tinha visto esse livro, mas nunca parei pra ler nada dele, essa é a primeira vez que leio uma resenha e nunca imaginei que se tratasse de uma distopia, ainda mais construída dessa forma, expondo questões interiores. Bem diferente das distopias que já li, e isso né chamou a atenção, apesar de você ter dito que não é um livro exatamente lindo.
    Amo o Finch, kkkk
    Beijooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi! 💖
      Realmente não é a coisa mais linda do mundo, mas, é muito fofo! Eu amei o fato de Tally ser bem diferente de Tris ou Katniss, porém, ter a mesma curiosidade e força de vontade! Essa distopia é diferente de tudo o que já vi.

      Beijoooo

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Parabéns pela resenha! Esse não é meu gênero de leitura favorito, então dessa vez passo a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sophia, bem vinda! Tudo bem sim, e você?
      Realmente, se o gênero não nos agrada, não adianta que a leitura não rende!

      Beijoooo 💖

      Excluir