segunda-feira, 24 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 24 - Sorteio de marcadores

    Olá, amores!

Eu sei que prometi resenha pra hoje, mas, não vai rolar. Em compensação, trouxe hoje um sorteio, yey!

Imagem MLC



    A lindíssima Bianca Gulim paceira aqui do MLC me enviou alguns marcadores para sorteio e juntei com alguns meus e resolvi sortear. Serão dez marcadores, sendo quatro do Sobreviventes do Caos, livro maravilhoso da Bianca e os outros de diversos livros. O sorteio começa hoje e se encerra dia 24/05.

Regras:


  • Seguir o blog (obrigatório);
  • Seguir o Instagram do blog e repostar a imagem em preto e branco (não obrigatório, se não tiver, pode participar também!);
  • Comentar nesse post que esta participando;
  • Torcer pra ser sorteado!


Imagem MLC


    Falando em Sobreviventes do Caos, gentemmm: que livro é esse!!! Vocês precisam ler! Aproveitem que está só R$5,99 na Amazon. Clique aqui e vá direto pra lá!

Por hoje é só, pessoal!

Beijoooo

domingo, 23 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº23 - Dica de Livro: Aventuras ao Ar Livre

    Oi galerinha, tudo bem?

Bom, eu voltei de um acampamento hoje, volta e meia eu acampo, e para isso precisei me preparar muito. Faço isso desde os 14, e estou sempre aprendendo. Participei de um curso desde sexta até hoje, e para me aprimorar tive que fazer algo novo: dormir em um abrigo suspenso. Estou acostumada a dormir em abrigo, mas, suspenso nunca tinha feito. Resultado? Um grupo de 22 pessoas se embrenhou em uma mata de eucaliptos às três da manhã e precisou se arranjar para dormir (isso após encontar o local usando azimutes de orientação com bússola), decidimos optar por fazer tipo rede para ficar mais rápido. Resultado: caí da das cordas três vezes, passei  frio do caramba, não dormi, dei muita risada e na próxima vez que fizer bivaque suspenso, estarei melhor preparada, hahah!

     É sempre importante saber como escolher um local para armar a sua barraca, afinal, precisa ser um local seguro, sem perigo de atrapalhar a fauna ou a flora local. Importante também saber como montar uma fogueira e saber a diferença entre uma fogueira para cozinhar, para aquecer ou para lazer. Como fazer para espantar bichos de maneira que não assuste o animal nem você, além de métodos de purificação da água. Como manter os alimentos frescos em dias quentes? Choveu, e agora? Não quero usar barraca, preciso fazer um abrigo, qual o mais seguro? Que nós e amarras precisarei usar para que ele não despenque? E as cordas, qual a maneira exata de se guardar uma corda?

    Bom, muita coisa a gente aprende na prática, mas, tudo o que os livros podem nos ensinar também é válido, e eu tenho um manual aqui em casa - que roubei do meu "filho", Bruno, sorry, Bruno! - o Aventuras ao Ar Livre, manual de cabeceira de todo desbravador.





    Ensina até a maneira correta de armazenar suas coisas na mochila de maneira que não prejudique suas costas. Viu que legal? Pra quem é amante de acampamentos, esse é um guia super válido, pra quem quer começar, mais didático que esse, impossível!

    Então, era isso! Amanhã trago uma resenha! Vou dormir, tô podre!

Beijooooo

sábado, 22 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº22 - Jojo Moyes vem ao Brasil em maio

    Hey people!
Não, ninguém leu errado, não, a fofa e assassina Jojo vem ao Brasil no próximo mês!




    Jojo Moyes que costuma destruir corações virá para cá em maio. Autora de Como eu Era Antes de Você (livro mais vendido de 2016) e de Depois de Você fará eventos na Saraiva para 200 pessoas em São Paulo e no Rio de Janeiro. De acordo com a Intrinseca ela estará dia 08 no Rio e 09 em Sampa. Maiores informações em breve no site.

    E aí, quem vai? Eu não vou, comecei e encerrei essa vida com o titio Sparks, hahah!

Beijoooo

sexta-feira, 21 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 21 - Poesia contemporânea

Hey amores e amoras, tudo de boa?
Hoje eu trouxe uma poesia contemporânea para compartilhar com vocês. Não é tão conhecida, mas, achei interessante.

Penso em mãos apagando a luz de um quarto
Penso nelas com a paz
de uma cidade destruída.
Penso na gentileza do silêncio puro,
nas janelas quebradas abrindo severamente
os seus limites.
Penso na inquietude dos dedos, e no gosto
 metálico da procura, e penso em mãos 
gentis que apaguem o corpo, como se fosse
a luz de um quarto.


Marieli Becker


    Gente, estou fazendo esse post de madrugada, são 01:36 e preciso levantar às 05:20, rs, daqui a pouco estou saindo, estou indo acampar, então, no domingo prometo dois posts curtos para compensar a falta de post de sábado, ok?


    Um excelente feriado, beijooooo





quinta-feira, 20 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 20 - Dica de Livro: Você Não Está Sozinho - Max Lucado


    Olá!

Hoje vim da uma dica de um livro que eu tenho um carinho muito grande. Será que alguém aqui conhece?




SINOPSE: Você acredita que sua dor é pior do que a dos outros? É definido pelo tamanho da sua fortuna? Ou pensa que sua fama nunca acabará? Antes de responder sim a essas perguntas, pense na poderosa mensagem de Deus: NÃO SE TRATA SÓ DE VOCÊ. Quanto tempo e esforço empregamos pensando em nós mesmos, em nossas qualidades, comparando-nos uns com os outros e fazendo do nosso jeito? Mesmo nas orações, pedimos por merecidas promoções, mais reconhecimento ou vantagens. Talvez seja uma surpresa para alguns, mas precisamos admitir: o mundo não gira ao nosso redor. O egoísmo blindando nosso coração, nos deixando de fora de uma vida centrada em Deus. Nosso superfortalecido ego não nos deixa ver que a felicidade não está nos bens que possuímos ou na posição que ocupamos. Neste livro, Max Lucado mostra que tirar o foco de nós mesmos e voltá-lo para Deus é a única forma de resgatar uma vida plenamente feliz e enfrentar desafios e dores a que não estamos imunes. Veja sua existência com os olhos do altruísmo e entre em sintonia com os propósitos elevados que Deus reservou para toda a sua criação.

    Esse foi o primeiro livro de Lucado que eu li, e confesso que me surpreendi muito com o conteúdo. Comprei na Avon, estava baratinho e resolvi dar uma chance, e foi uma escolha acertada. Gosto do título original dele "It's Not About Me" e em todo o contexto o autor nos brinda com belas palavras de conforto, sem se pendurar na autoajuda, mas, mostrando como pequenas coisas podem nos fazer chegar mais perto de Deus, e ele sempre salienta que não devemos fazer as coisas pensando em nós mesmos como centro do mundo, afinal, "não é sobre mim".

"Parece que suas preces não estão sendo respondidas? O que você pede e o que recebe não batem? Não pense que Deus não esta ouvindo. Na verdade, Ele esta. Ele provavelmente tem planos mais altos."

    Nunca fui muito de ler livros nesses naipes, e confesso que estava esperando encontrar algo ao estilo Augusto Cury - detesto - mas, me surpreendi com um conteúdo carismático e contagiante. Fora que me lembro que estava passando uns perrengues na escola onde trabalhava, e encontrei consolo em algumas frases de impacto.

"Seu sucesso não se trata do que você faz. Tudo se trata dEle - sua glória presente e futura."






Você Não Esta Sozinho (It's Not About Me) - Max Lucado. 144 páginas, Editora Thomas Nelson Brasil

quarta-feira, 19 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 19 - Soneto de Shakespeare

 Oi pessoas! Bora pra um soneto de Shakespeare?


Dos mais belos seres, queremos mais,
De tal forma que não finde jamais a rosa da beleza,
Mas enquanto as maduras decrescem com o tempo,
Seus rebentos jovens possam relembrar suas memórias:Mas tu, contratada a seus lindos olhos,
Es auto-suficiente na luz de tua chama com tua beleza,
E crias a fome, onde onde está a abundância,
Inimiga de ti mesma, tu, que és tão doce, a ti mesma tão cruel.
Hoje frescamente ornamentas o mundo,
E pareces a única capaz de anunciar a abundância da primavera,
Mas eis que dentro de teu próprio botão enterras tua essência,
E, tolinha, ocasionas um desperdício na natureza,
Tem pensa do mundo, ou então isto seria egoísmo,
Consumir o quinhão que o mundo se deve, e isto ao túmulo, e a ti mesma.

terça-feira, 18 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 18 - Cinco filmes sobre escritores

    Oi pessoas, tudo de boa?
Hoje quis trazer para vocês cinco filmes sobre escritores que eu já assisti, gostei e gostaria que todos assistissem também só para poder conhecer as diferentes opiniões e passar horas debatendo sobre isso.

Bora lá?

 Encontrando Forrester (Finding Forrester, 2001)


Jamal Wallace ganha uma bolsa de estudos em uma escola de elite de Manhattan devido ao seu desempenho nos testes de seu antigo colégio no Bronx. Ele conhece Will Forrester, um talentoso e recluso escritor com quem desenvolve uma profunda amizade. Percebendo o talento para a escrita de Jamal, Forrester procura incentivá-lo a seguir este caminho, mas termina recebendo de Jamal algumas boas lições.

Assisti esse filme em 2002, se não me engano, e nunca me esqueci dele. Com Sir Sean Connery, Rob Brown, Anna Paquin e Matt Damon.

Shakespeare Apaixonado (Shakespeare In Love, 1999)

    William Shakespeare, o jovem astro do teatro londrino, sofre um bloqueio criativo e não consegue escrever sua nova peça. Mas as coisas mudam quando conhece Viola de Lesseps, uma jovem que deseja ser atriz, algo considerado revolucionário no final do século XVI. Viola se torna a musa inspiradora e a grande paixão de Shakespeare, que logo descobre que ela já estava prometida para outro homem.

Sou super suspeita, né? Amo esse filme, gente. Assisti em 2002 com minhas amigas Maria e Lilian e tivemos uma grande surpresa, pois, no mesmo dia tínhamos assistido Todo Mundo em Pânico, e uma das meninas do filme vai ao cinema e apronta todas. No meio da sessão o celular dela toca, ela diz que está assistindo o filme e quando o povo pede silêncio, ela diz: "O que? Minha amiga já assistiu, eles........" e conta o final! Quis matar minhas amigas! Nunca fui fã de besteróis, mas, esse realmente me fez ficar muito revoltada! Assisti mais vezes depois, Tela Quente, Sessão da Tarde, e na faculdade de novo. Já faz tempo que não assisto... No elenco temos Joseph Fiennes (maravilhoso), Gwyneth Paltrow, Ben Affleck, Geoffrey Rush, Colin Firth, Rupert Everett e a diva Judi Dench.


Antes do Pôr-do-Sol (Before Sunset, 2004)


Um escritor e uma ambientalista se conheceram em um trem em Viena nove anos atrás, reencontram-se em Paris. Apesar de ambos estarem comprometidos com outras pessoas, percebem que ainda existe um forte sentimento entre os dois.

Esse é o segundo filme da trilogia do Antes. Eu assisti em dobradinha em 2007 o Antes Amanhecer e Antes do Pôr-do-Sol e até hoje não assisti o Antes da Meia-Noite. Filme bem parado, com diálogos bem elaborados e cenários maravilhosos! Ethan Hawke e Julie Delpy estrelam o filme.


Sociedade dos Poetas Mortos (Dead Poets Society, 1990)

O novo professor de inglês  John Keating é introduzido a uma escola preparatória de meninos que é conhecida por suas antigas tradições e alto padrão. Ele usa métodos pouco ortodoxos para atingir seus alunos, que enfrentam enormes pressões de seus pais e da escola. Com a ajuda de Keating, os alunos Neil Perry, Todd Anderson e outros aprendem como não serem tão tímidos, seguir seus sonhos e aproveitar cada dia.


Assisti esse filme na sétima série, com alguns amigos no natal de 2000 e na faculdade novamente. Poesia, conflitos, pressões e um final espetacular, esse filme é um dos meus queridinhos. Com Robin Williams, Ethan Hawke  - adoro! - e Robert Sean Leonard (ele fez trabalhos antes de House, sim!)


Goosebumps (Goosebumps, 2015)



Um adolescente liberta acidentalmente os monstros dos livros de um famoso autor e agora precisa ajudar a capturar as criaturas e enviá-las de volta ao mundo da imaginação antes que seja tarde demais.

Assisti no ano passado por recomendação de uma aluna e achei divertido. No elenco temos Jack Black, Odeya Rush e Dilan Minnette (sim, o Clay Jensen!)

    E aí? Já assistiram esses? Me contem aqui!

Beijoooo



Resultado de imagem para jack black mandando beijo

segunda-feira, 17 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 17 - Resenha #53 - As GRANDES Aventuras de Daniella - L.L. Alves

    Olá pessoas, tudo bem?
Hoje vim apresentar um livro muito legal que ganhei da minha amiguinha blogueira Tati do blog  Tati C.. Se você ainda não conhece o blog dela está perdendo muito, é sem dúvida um dos que mais gosto de sapear, rs. Beijo, Tati!



Imagem da internet

SINOPSE: Bom, o que eu tenho a dizer sobre esta história maluca que estou prestes a contar? É simples: vocês não vão acreditar.  Sério mesmo. Vai parecer loucura, com minha boca suja, dois pés esquerdos, noites inusitadas e quilinhos a mais (muito mais, mas, não vamos entrar em detalhes...). Mas vou fazer o quê? É a verdade. E eu vou contar para vocês porque... Sei lá. Na verdade, eu nem devia estar contando, alguns de vocês vão se chocar.
Ainda está aqui? Bom, o risco é todo seu. Prepare-se.
Ah, é verdade, esqueci de me apresentar (típico). Meu nome é Daniella Fagundes, vinte  e oito anos, namoro com o Thiago há dois anos e posso dizer que tudo está mais que perfeito! (xi, exagerei agora, né?). Também adoro comer e sou diferente de qualquer outra mulher que já tenha contado sua história para vocês. Por quê? Porque sou uma daquelas mulheres conhecidas como gordinha. Sabe como é? Eles não se referem a mim como a sagaz Daniella ou a superconfiante Daniella. Sou apenas a gordinha do grupo. Sempre tem que ter um, não é?
Bom, é isso aí, acho que deu para entender. Afinal, vocês estão prestes a conhecer as minhas aventuras de autoconhecimento e de... Comece a ler, é. Não quer perder um segundo, quer?


    Confesso que não sabia o que esperar desse livro e me surpreendi. Eu adorei a sinopse, é verdade, tudo o que é diferente eu gosto - do contra, lembra? - e nas páginas eu notei bem isso, algo diferente do que estou acostumada a ler. Raramente encontro um livro que me faça gargalhar, e aconteceu isso nesse livro mais de uma vez.

    
Imagem MLC

     Dani é uma pessoa super desastrada, eu também. Acho que por isso me identifiquei com ela, hahah. Ela trabalha em uma firma de "serviço escravo", e, quando seu namorado abre uma firma de advocacia, ela vai trabalhar com ele. Tudo estava perfeito. Só que não! Os probemas apenas começaram. Thiago era um cara visionário, que tinha tudo pra ir pra frene, mas, Dani era tão insegura, tinha uma baixa autoestima terrível, e, devido a isso, muita coisa mudou. Ela passou a ser ciumenta e controladora, fazendo com que seu namorado - e eu, rs - perdesse a paciência e em uma briga terrível, romperam o namoro. 

    Mesmo após o término Dani se mostrou profissional, mas, nem tudo são flores e as coisas começaram a ficar realmente muito, mas, muito ruins. Ela desestressava com suas amigas na balada, andando com sujeitos tipo Christian Grey e aspirantes a padre - cenas que me tiraram gargalhadas - e em cada situação dessas, ela aprendia um pouco mais da vida e um pouco mais sobre si mesma. Até o golpe que realmente a desestruturou por completo. Golpe esse que a levou a dar uma guinada na vida, mas, não sem antes ter dado um tombo enorme! 

     Ah gente, não vou falar mais, estou quase entregando tudo... Acho que perdi a mão pra fazer resenha, hahaha. Ou hoje não é um bom dia, sei lá, mas, estou tendo dificuldade em formular essa aqui... Então, pra não dar nenhuma bola fora e soltar spoiler e mais spoiler, vou parando por aqui. Tati, minha flor, obrigadíssima por me presentear com essa joia, obrigadíssima!

As GRANDES Aventuras de Daniella - L.L. Alves. 242 páginas, editora Anwen. Pode ler, é fofo!


domingo, 16 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 16 - A história da Páscoa

    Olá queridos!

Todos vocês sabem que sou cristã, me orgulho disso e não me envergonho. Então, para mim, a Páscoa tem um significado maior do que o capitalismo e os chocolates - mesmo comigo sendo chocólatra ao extremo, rs.

    De acordo com a Bíblia, a primeira páscoa foi comemorada pelos hebreus no dia da última praga que através de Moisés, Deus lançou sobre o Egito. Os hebreus pegaram uma ovelha, tiraram o sangue e passaram nos umbrais das portas, assaram o bichinho e comeram com ervas amargas representando os anos amargos que passaram como escravos no Egito e com pães ázimos, representando que sem Deus, o ser humano era vazio e fraco. Já a última páscoa que a Bíblia cita foi antes da crucificação de Jesus. O Mestre e os discípulos foram até um salão, participaram juntos da santa ceia, e Jesus disse que não participaria novamente até estar novamente com Seu povo. Após isso, sabemos que houve a traição de Judas, crucificação e a ressurreição de Jesus.

    E eu recebi esse vídeo muito fofo sobre a verdeira história da Páscoa que me fez chorar muito, me tocou de verdade, quis repartir isso com vocês.







     Quem nunca assistiu esse vídeo, garanto que vale a pena, quem já assistiu, tenho certeza que vai querer ver de novo!

Feliz páscoa, meus amores! Que Deus abençoe!

Beijoooo

sábado, 15 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 15 - Tortura - Florbela Espanca

    Oi chuchus!

Hoje eu trouxe um pouquinho de uma poetisa que conheci há pouco tempo, mas, achei fantástica e quis compartilhar com vocês. Bora conhecer?

Imagem da internet



    Florbela Espanca nasceu em Vila Viçosa - Portugal. Seu nome de batismo era Flor Bela Lobo, mas, optou ser chamada de Florbela d'Alma da Conceição Espanca. Viveu apenas 36 anos, mas, teve uma vida bem tumultuada, e trouxe toda a inquietação, sofrimento e intimidade para suas poesias carregadas de erotismo, feminilidade e panteísmo.

    Uma vez um amigo meu do G+, o Wagner Williams me disse que Arthur Schopenhauer costumava dizer que a frustração e a tristeza são regras da natureza da vida, e Espanca seguindo os preceitos de Schopenhauer era tida como poetisa decadente, ou seja, hedionda em seus versos. Então, nada mais justo que trazer a poesia que me motivou a pesquisar mais sobre essa portuguesa incrível!


Tortura

Tirar dentro do peito a Emoção,
A lúcida Verdade, o Sentimento!
- E ser, depois de vir do coração,
Um punhado de cinza esparso ao vento!...

Sonhar um verso de alto pensamento,
E puro como um ritmo de oração!
- E ser, depois de vir do coração,
O pó, o nada, o sonho dum momento...

São assim ocos, rude, os meus versos:
Rimas perdidas, vendavais dispersos,
Com que eu iludo os outros, com que minto!

Quem me dera encontrar o verso puro,
O verso altivo e forte, estranho e duro,
Que dissesse, a chorar, isto que sinto!!


    Então, era isso!

Beijooooo

sexta-feira, 14 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 14 - Poema de Páscoa

  Olá pessoas, tudo bem?

Sexta-feira da paixão, dia de parar para colocar na balança os pontos altos e baixos da nossa vida e perceber nossos erros e acertos e nos concentrarmos no verdadeiro sentido da páscoa... Pensando nisso, resolvi trazer esse poema lindo da Paloma Andrade Pinheiro muito bonitinho e que significou muito pra mim... Espero que para vocês também!



Poemas de Páscoa e Semana Santa
Imagem da internet



    Feliz Páscoa, meus queridos!

Beijooooo

quinta-feira, 13 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 13 - Adoniran Barbosa

    Olá! Tudo de boa?

Hoje venho aqui falar de um poeta fantástico! Usava a nossa língua portuguesa com criatividade e regionalismo para trazer letras de músicas diferentes e melodias gostosas de se ouvir. Vamos falar de Adoniran Barbosa, o pai do samba paulista. Não é um Vida & Obra, ok?
Resultado de imagem para adoniran barbosa



   Seu nome na verdade era João Rubinato. Compositor, cantor, humorista e ator. Se apresentava em rádios e um de seus personagens se chamava Adoniran Barbosa, e passou a ser chamado assim pela popularidade. Apesar de ser um grande compositor, não apreciava muito compor, preferia cantar, mesmo assim, escreveu diversas músicas que se tornaram famosas por outros interpretes, como Trem das Onze, por exemplo, gravada pelo grupo paulista de samba Demônios da Garoa. Tenho certeza que todo mundo já ouviu ao menos o refrão.




     Por ser boêmio, saía durante as noites e numa das noitadas perdeu a chave de casa e precisou acordar sua esposa - Matilde - que ficou muito brava e gerou muita discussão e a inspiração para a música Joga a Chave. Morreu aos 72 anos de idade com enfisema pulmonar deixando Matilde Lutiis - sua fiel escudeira durante 40 anos - viúva.


    


    Não me conformo muito com o fato de as crianças, e muitos da minha idade também não conhecerem Adoniran Barbosa. Letra de funk todo mundo conhece, mas, música boa escrita por grandes poetas ficam esquecidas, desaparecidas... Eu não me considero uma super conhecedora, mas, aprecio MPB. Gosto de músicas dos anos 70, aquelas de discoteca, músicas dos anos 80, bossa nova... Ensino para meus alunos músicas de Raimundo Fagner, Roupa Nova, Arnaldo Antunes, Jota Quest, Legião Urbana, Chico Buarque, Elis Regina, As Frenéticas, Toquinho, Tom Jobim, Elba Ramalho...  E claro, Adoniran Barbosa. tudo se torna interpretação de texto, hahaha. E faço isso tanto para meus alunos grandes de língua portuguesa, assim como meus alunos de fundamental I também aprendem - e aprendem até mais rápido que os grandes. Deixo abaixo então, minha favorita dele em um dueto com a diva Elis Regina, "Tiro ao Álvaro". Ensinei essa música para meus alunos do 3º ano do fundamental, e foi lindo ouvi-los.



 

De Tanto levar "frexada" do teu olhar
Meu peito até parece sabe o que?
"Talbua" de tiro ao "álvaro"
Não tem mais onde furar

Teu olhar mata mais do que bala de carabina
Que veneno estriquinina
Que pexeira de baiano

Teu olhar mata mais que atropelamento de "automóver"
Mata mais que bala de "revórver"



    E aí, quem aí gosta de Adoniran Barbosa? o/
Pra quem nunca ouviu, acho que seria legal dar uma chance para algo diferente, que tal?

Até amanhã, amores!

Beijooooo

quarta-feira, 12 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 12 - Conhecendo Nova Autora

    Olá pessoas, tudo bem?

Hoje estou aqui para apresentar outra nova autora, que está aos pouquinhos postando seu livro no Wattpad. Estou encantada com essa plataforma, que possibilita que pessoas que ainda não podem publicar suas obras em livros físicos a deixarem suas obras gravadas em um lugar onde todos conseguem acessar!

   Conheçam então,  a Larissa Murici!




Imagem Leitura e Cappuccino


    Larissa Murici é administradora do blog Leitura e Cappuccino, espaço esse que eu amo de paixão! Ao se descrever, ela é bem clara: Apaixonada por Jesus, louca por chocolate, super fã de seriados, blogueira por opção e viciada (de forma saudável) em livros! O blog da Lari é bem eclético, fala sobre séries, livros, músicas - ela tem um ótimo gosto, por sinal -, poesia, tudo em um espaço muito bem organizado e muito bonitinho. É verdade que ela deu uma sumidinha do blog, mas, foi por uma boa causa, está se dedicando aos estudos. A Lari é uma das vítimas, do BED's, hahaha! Eu vivo falando escrevendo abobrinhas nos posts dela, hahah. 

    Na plataforma Wattpad, Larissa Murici está postando o livro Corações Escondidos, bora conhecer um pouquinho sobre a obra dela?



Imagem Larissa Murici - Wattpad 


    SINOPSE: Manu tem 18 anos e nunca foi beijada. Mas esse não é seu maior problema. Para ela, todos estão perdidos, porém, fingem não estar. Sempre ouve que é parecida com a avó, mas, quando recebe o diário de sua ancestral, percebe que há mais semelhanças entre elas do que imaginava. Talvez, como sua avó, ela deva ir em busca da felicidade. E não, não vai encontrar isso num romance qualquer.
"[...] Sei que o amor é real, mas ele ainda existe? Não acredito que seja a cura, não acredito que ele possa completar um coração. Se o amor fosse a solução, eu seria feliz por amar meu avô mais que a mim mesma. Se ele fosse a solução, pessoas apaixonadas ficariam juntas até o fim. Se ele fosse a solução, não haveria mais corações quebrados que corações inteiros."


    E aí, ficaram curiosos? E vamos combinar: que capa mais linda e fófis e perfeita é essa, hein? Sou completamente apaixonada por ela!

    Então, gentemmm, bora dar uma força pra Lari? Convido todos para acompanharem Corações Escondidos nesse link aqui. A Lari tem uma escrita calma, gostosa, sem pressa e muito correta -  dizendo como professora de português, rs - estou curtindo muito!

Parabéns, Lari chuchu!

Té manhã, povo fófis!

Beijoooo


Para Lari


{{BEDA}} Post nº 11 - TAG: A Bela e a Fera

    Olá chuchus, tudo bem com vocês?

Faz um bom tempo que eu não respondo nenhuma TAG por aqui, então, resolvi trazer essa fofura que encontrei no blog Book Selfie. A TAG foi criada pela Melina Souza do blog Serendipity, que eu já falei várias vezes aqui que é um espaço que eu adoro! Quem quiser conferir as respostas da Melina, clique aqui e vá direto para a TAG no canal dela.

    Bora lá?



Imagem blog Book Selfie



1. Bela - Um livro com a capa e com a história bonita:

A Imperatriz dos Etéreos - Laura Gallego García

2. Fera - Um livro com a capa feia, mas com a história legal:



Não gosto das capas da saga Jogos Vorazes, mas, adoro o enredo da trilogia.

3. Lumière - Um livro que acendeu algo dentro de você:

Helena, Machado de Assis. Descobri que podia chorar em romances.

4. Horloge - Um livro que você devorou sem sentir o tempo passar:

Olhos da Deusa, Lígia Dantas. Quando vi, já tinha acabado.

5. Maurice - O livro mais velho de sua estante: 



Sou Jovem... E Agora? Ganhei em 1997. Nunca li!

6. Madame Samovar - Um livro que te faz sentir aconchego:

Peter Pan, J.M. Barrie. Acho a família Darling uma gracinha! Quer saber mais sobre o autor? Aqui!

7. Zip - Um livro narrado por criança:

O Menino Maluquinho, Ziraldo. Apaixonada!

8. Gaston - Um livro com a capa bonita, mas que o conteúdo não é tão bom:




Eu gostei da capa de Se Eu Ficar, Gayle Forman, de verdade. Mas, não posso dizer o mesmo do conteúdo...

9. Um livro que se passa na França:

Os Três Mosqueteiros, Alexandre Dumas. Nunca terminei de ler.

10. Um livro que você está ansioso para ser lançado:

Magnus Chase e os Deuses de Asgard: O Navio dos Mortos, Rick Riordan.


Deixo a vontade para quem quiser responder, só me marquem pra eu conferir depois!

Beijoooo






***Imagens da internet

segunda-feira, 10 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 10 - Conhecendo Nova Autora

    Olá meus "zamores", tudo de boa?

    Hoje estou aqui para apresentar para apresentar uma amiguinha que está se aventurando pelas águas profundas da escrita. A Macky Cupcake. Conheci a Macky no G+  no ano passado, quando um dia ela me perguntou sobre um livro em uma postagem, desde então, nunca mais deixamos de nos falar.

   A Macky está se aventurando no Wattpad com diversos livros sendo escritos e publicados na plataforma simultaneamente, e, no momento a fixação dela está sendo para com androides. Mas, chega de bolodórios, e bora conhecer a mina!



Imagem Macky Cupcake

    Macky Cupcake é o pseudônimo de Mackenzye Carolina Hartley - já falei que ela tem nome muito difícil e chique, rs - tem 17 anos é natural de Campinas, mas, há poucos dias se mudou para Belo Horizonte - adoro! Começou a escrever aos 16 anos e escreve melhor o gênero de fantasia do que qualquer outro. Em 2016 começou a escrever sua primeira estória no papel mesmo, e em janeiro desse ano - com um leve incentivo meu, rs - ela se cadastrou novamente no Wattpad e começou a publicar as estórias lá. Apaixonada por música, é fãzoca da banda Malta, volta e meia ela me manda umas músicas bem legais dos caras. Viciadinha em Turma da Mônica Jovem, Chico Bento Moço e mangás, mas, sua inspiração surgiu de Cinderela, seu conto de fadas favorito. Em contrapartida, adora filmes de terror - credo!
Está trabalhando melhor seu espanhol, pois sonha em conhecer Madrid. Se considera uma ex-nerd - se é que isso é possível, rs - e assume que é atrapalhada, distraída e pavio curto. Sei bem disso, hahaha!

    Enfim, a Macky está escrevendo uma trama de androides, bem da hora chamada Eu Sou... Quem Eu Sou? que estou acompanhando e achando muito da hora. Leia o prólogo e se sinta à vontade para continuar, vale a pena. E ela já disse que será uma trilogia.

SINOPSE: Ana Clara é uma androide adolescente e confusa por não saber quem é sua criadora. Em contrapartida, Paul, um cientista frustrado, sequestra Sofia, a "mãe" de Ana e elabora um plano mirabolante para conseguir os dados de Ana e criar um androide melhor e cruel.

Ela ainda tem publicado por lá Meu Melhor Amigo Gay, A Perseguição, E Se..., A Herdeira, Meu (Atrapalhado) Anjo da Guarda, Quase Uma Princesa, Borboleta Mágica e o Poder da Amizade - minha favorita - O Dom de Isabela e Destinos Separados. Dá pra encontrar tudo AQUI.

    Entrem lá, leiam, se divirtam, conheçam a Macky e deem uma chance para essa nova autora que tem tudo para melhorar e crescer!


Vou ficando por aqui, chuchus!

Beijoooo




Para Macky:


Imagem da internet







domingo, 9 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 9 - Soneto de Shakespeare



    Olha eu aqui de novo, people!

      Sim, eu sei! Esse não é o Shakespeare de verdade, mas, tudo bem, pois Joseph Fiennes foi um Shakespeare perfeito. Lindo, maravilhoso, gato, sexy e atraente, heheheh...
    Sabe que quando lançou "Shakespeare Apaixonado" minhas amigas e eu alugamos uma fita - vééééééiaaaa - e fomos assistir. Nós no auge dos 17 anos ainda brincávamos de esconde-esconde, e os meninos estavam nos esperando para brincar. Um deles entrou na casa para saber a hora que iríamos, e, de acordo com o que nos contaram depois, o menino disse: "Elas só vão vir a hora que acabar 'Sheikispiu Apaixonado', o filme que elas estão assistindo..." Hahahahah! Bons tempos! Enfim, foco!



Resultado de imagem para shakespeare
Imagem da internet
    Lembra que eu comentei que faria dois posts ontem e dois hoje para acertar o BEDA? Pois bem, trato feito! E estou passando para deixar mais um soneto desse gênio inglês que até o Doctor (Who) conheceu, rs. Na minha humilde opinião, esse é um dos sonetos mais fófis dele, pois fala muito sobre o amor desesperado que vemos muito presente em suas obras - tipo, acabei de te ver, me encantei por ti e te amo com todas as minhas forças, rs - mas fala com uma propriedade e uma verdade tão grandes, que provavelmente o dia que eu escutar um cara falando desse jeito comigo, eu me caso, hahahah. Deu pra notar que não vai rolar casamento, então, né?


Soneto CV

Não chame o meu amor de idolatria
Nem de ídolo realce a quem eu amo,
Pois todo o meu cantar a um só se alia,
E de uma só maneira eu o proclamo.
É hoje e sempre o meu amor galante,
Inalterável, em grande excelência;
Por isso a minha rima é tão constante
A uma só coisa e exclui a diferença.
'Beleza, Bem, Verdade', eis o que exprimo;
'Beleza, Bem, Verdade', todo o acento;
E em tal mudança está tudo o que primo,
Em um, três temas, de amplo movimento.
'Beleza, Bem, Verdade' sós, outrora;
Num mesmo ser vivem juntos agora.


    Bem a cara de Shakespeare, romântico e com um tom de tragédia no final. Fico por aqui, amores, amanhã tem mais!


Beijoooo

{{BEDA}} Post nº 8 - Soneto de Shakespeare

Resultado de imagem para shakespeare
Imagem da internet

    Hey pessoas!
Todo mundo sabe que sou shakesperiana, mas, nunca posto nada dele. E pretendo mudar isso, então, teremos hoje sonetos do homem!

Soneto LXXXVIII


Quando me tratas mau e, desprezado,
Sinto que o meu valor vês com desdém.
Lutando contra mim, fico a teu lado
E, inda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,
A te apoiar te ponho a par da história
DE ocultas faltas, onde estou enfermo;
Então, ao me perder, tens toda a glória.
Mas lucro também tiro desse ofício:
Curvando sobre ti amor tamanho,
Mal que me faço me traz benefício,
Pois o que ganhas duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto:
Por ti todas as culpas suporto.


(William Shakespeare)






   Lindo, né gente? Pra mim, fala de um amor um tanto quanto inacessível... O que você acha?

Beijooooo


sábado, 8 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 7 - Dica de Livro: Cem Toques Cravados

   Conforme o prometido, dois posts hoje, yey!

    Então, passando pra indicar um livro muito da hora: Cem Toques Cravados de Edson Rossatto.


Imagem MLC


    SINOPSE: Cem Toques Cravados possui cem nanocontos, escritos por Edson Rossatto. Cada nanoconto tem exatos cem caracteres, incluindo os espaços.

   Esse foi um dos presentes da editora Andross que meu cantinho ganhou, e eu confesso que nunca tinha ouvido a expressão "nanoconto", mas, antes mesmo de abrir, calculei que fossem pequenos contos, e quando abri me deparei com pequenas preciosidades.


Imagem MLC


   É uma delícia ler esses pequenos contos, gentemmm! Fora que eu amei essa capa nostálgica com a máquina de escrever. Falando na capa, ela é toda brilhosa, linda! A letra é em um tamanho maior que o normal, facilitando assim a leitura para todas as pessoas. Encontramos contos em estilo classificados, epitáfios, contos de amor, contos ácidos e irônicos, engraçados... Livro levinho, para ler rapidinho! Eu adorei!


CLASSIFICADO:
"Vendo anéis de casamento seminovos.
Acompanham desejo de melhor 
sorte ao novo casal"


    Esse aí em cima é um de meus favoritos, rs. Obrigada Andross pelo lindo presente!

E era isso, amores! Fico por aqui!

Cem Toques Cravados - Edson Rossatto, 126 páginas, Andross Editora. Recomendo!
Inté!

{{BEDA}} Post nº 6 - Resenha #52 As Virgens Suicidas - Jeffrey Eugenedes

    Olá pessoas, tudo bem?
Devido a chuvarada necessária de ontem, minha net não estava legal, então, hoje farei dois posts para compensar ontem, e amanhã mais dois para compensar o de quarta, ok?

    Quando eu tinha uns 17 anos mais ou menos, assisti a um filme da Sofia Coppola com o nome As Virgens Suicidas, e esse ano descobri que era livro. Me lembro de não ter gostado muito do filme, achei forte, mas, quis saber como era a experiência da leitura e vou contar pra vocês também. Bora lá?


Imagem MLC

SINOPSE: Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco adolescentes se matam em sequência e sem modo plausível. A tragédia, ocorrido no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida. Adaptado ao cinema por Sofia Coppola, publicado em 34 idiomas, o livro de estreia de Jeffrey Eugenedes logo se tornou um cult da literatura norte-americana contemporânea.

    Esse foi o primeiro livro narrado na terceira pessoa do plural que eu li. Não, mentira, eu li "Uma Professora Muito Maluquinha" do Ziraldo, também é narrado na terceira pessoa do plural, rs. Mas, este tem um contexto muito mais forte do que o do Ziraldo. 

    As irmãs Lisbon viviam em um bairro legal do subúrbio, eram engraçadas, divertidas e super cobiçadas pelos meninos da rua e da escola. Elas tinham entre 13 e 17 anos e se dependesse da mãe, viveriam em um universo paralelo. O pai era professor na escola que elas estudavam e ao que tudo indicava era um homem com a sanidade perfeita. Tudo ia bem até que um dia a caçula, Cecilia Lisbon de 13 anos cortou os pulsos dentro de uma banheira com água morna para acelerar o processo. Ela foi encontrada e levada para o hospital, após alguns dias recebeu alta. Para tentar esconder as marcas em seus pulsos, usava braceletes colados com fita adesiva, e para tentar alegrar um pouco o ambiente, seus pais permitiram que elas dessem a única festa da vida delas. Os garotos foram convidados para a festa, e no meio da noite, Cecilia pediu para a mãe para se retirar. Minutos depois escutaram um barulho estranho e a mãe se desesperou, e não era pra menos: Cecilia tinha se atirado da janela do seu quarto e caído em cima da cerca de lanças. Isso foi apenas duas semanas depois de sua primeira tentativa.


Imagem MLC

    Posso dizer que é uma leitura bem difícil de se fazer, e que não é spoiler nenhum falar que as meninas Lisbon se mataram, uma vez que o nome do livro já nos revela isso. É intrigante ver o que aconteceu após a morte de Cecilia e o que levou as outras quatro Lisbon a cometerem seus suicídios coletivos. Therese, Mary, Lux e Bonnie eram alegres e até tentaram retomar suas vidas após o suicídio de Cecilia, mas, a mãe dobrou os cuidados com as meninas. Pior de tudo: havia uma greve no cemitério e Cecilia não pôde ser enterrada, permanecendo em uma câmara resfriada até que a greve acabasse. Coisa de doido essa de os mortos não poderem ser enterrados... Isso me lembrou um pouco Incidente em Antares, de Érico Veríssimo - nunca tive coragem de ler, mas, sei o contexto, rs. Pra quem não sabe, sete pessoas morrem e devido a uma greve de coveiros, eles ressuscitam e ficam vagando por Antares. Não, Cecilia não ficou vagando, mas, o fato da greve me lembrou disso. Voltando ao foco, as Lisbon tiveram a oportunidade de pela primeira - e única - vez irem a um baile da escola, e devido a umas decisões erradas de Lux, todas sofreram represálias da mãe, levando-as a tomarem decisões fatais.


Imagem MLC

    Confesso que em algumas situações eu achei os meninos ridículos, tive vontade de estrangulá-los várias vezes por serem tão estúpidos, mas, ao mesmo tempo fiquei feliz por eles terem alguns momentos de alegria. Achei interessante a narrativa do autor em brincar com o presente e o passado, pois ele narrava em dois tempos. Os meninos comentavam o tempo todo que mais tarde, quando encontraram o senhor Lisbon, ou a mãe das garotas, ou alguém que pudesse dar maiores informações sobre o passado, então, percebemos que eles estão narrando um fato passado, fora que eles comentam o tempo todo que reuniram provas durante os anos que levavam eles a tentar descobrir o que tinha levado as meninas a seguirem por esse rumo. Não vou contar aqui a maneira como cada uma escolheu tirar sua vida, até porque não há um mistério envolvendo as mortes, só que elas realmente tomaram o caminho mais fácil.

    Eu sempre falo que suicídio não é o melhor caminho, que é fraqueza, covardia e falta de amor próprio. Pra mim não tem essa de "corajoso o suficiente para tirar a vida", ao contrário, é fraco demais para tentar mudar as coisas. Não é um livro tão pesado quanto aos outros que já li com a mesma temática, mas, ainda assim é chocante. Pior que eu sei que existem extremistas que levam a criação dos filhos de uma maneira tão rígida que acaba fazendo com que eles tomem decisões que mudam suas vidas para sempre.

    Enfim, As Virgens Suicidas foi uma leitura... estranha. Recomendo pra quem costuma ler de tudo, mas, não é o típico livro que indicaria para qualquer público.




    Acima está o trailer do filme com Kirsten Dustin como Lux Lisbon.

As Virgens Suicidas (The Virgin Suicides) - Jeffrey Eugendes, 232 páginas, editora Companhia das Letras. Se eu recomendo?  Ééééhhhh...

    Beijooooo

quinta-feira, 6 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 5 - Titio Sparks em Sampa... Eu fui!!!

    Oi pessoas, tudo bem?
Desculpa não ter postado ontem, mas, eu estava um prego, cheguei em casa tarde e teria que levantar às 05:30 para dar aula hoje, então, não rolou. Mas, vou recompensar mais pra frente, it's a deal! E hoje estou aqui para contar tuuuuudoooo sobre ontem. Bora lá?

Imagem Elisama Aguiar


   Cheguei muito cedo na estação Brigadeiro. Muito cedo 05:45, mas, teve gente que chegou lá às 05:10, alguns às 04:30 e outros chegaram às 20h de terça-feira. Eu nunca tinha ido até o tal Shopping Pátio Paulista, mas, pedindo informações cheguei lá e encontrei com umas meninas que eu tinha mantido contato durante a semana, e foi legal conhecê-las. Após três horas na fila, começaram a distribuir as senhas, e eu comecei a pensar na possibilidade de ter muita gente na minha frente, pois, seriam distribuídas 500 senhas e eu chutava que teria mais de 100 na minha frente. Quanto mais pessoas na minha frente, mais tarde eu chegaria em casa. E qual não foi minha surpresa quando o segurança colocou a minha pulseira com a senha de número 73? Maravilha! Meus novos colegas e eu na dezena do 7, rs, exatamente 70 pessoas na nossa frente, pois ficamos com os números 71-76. E essa foi a primeira parte, às 9h começaram a distribuir, às 9:15 mais ou menos pegamos nossas pulseiras. Já comecei a tremer nessa hora, hahahah!


Imagem MLC

     Aí foi cada um pra um canto. Eu fui filar a bóia na casa da namorada do meu irmão (que me deu guarida na terça à noite, rs, obrigada Bel!), a Érika foi fazer exame, a Simone foi ficar com os filhos, a Talita foi com o Diego comprar um tênis pois o All-Star machucou ela, e a Elisama e a Letícia levaram eles na loja, rs. Às 15h nos encontramos na Saraiva do Shops com os livros na mão. Cada um podia levar dois livros (apenas da Arqueiro), sendo que um deles deveria ser o lançamento, "Dois a Dois". A Rosana - minha irmã - pediu pra eu comprar o lançamento pra ela, assim, eu poderia ter o autógrafo no meu livro favorito dele "O Melhor de Mim". Por volta das 15:30, nos chamaram para organizar as senhas, então, na primeira leva chamaram os números de 0-100, e lá fomos nós. A fila foi organizada de boa, e aproveitamos pra tirar um monte de fotos!


Imagem MLC

    Estávamos tão empolgados, tão ansiosos, tão emocionados, que começamos a falar um monte de abobrinhas. E durante uma das fotos, onde todos nós mostramos nossos livros, meus colegas mostraram o livro "Dois a Dois" e a do contra antissocial aqui quis mostrar "O Melhor de Mim", o que me rendeu o apelido de "Diferentona", hahahah!


Por ordem: Letícia, Do Contra, Erika, Diego, Elisama e Talita

     Engraçado, ficamos mais ou menos uma hora na fila esperando ele chegar, mas, foi tão de boa que nem parece que ficamos esse tempo todo. A Saraiva estava uma bagunça, a todo vapor, rs, além dos 500, alguns que não tinham senha, mais a galera que ia tentar a sorte, mais os leitores que não estavam lá por titio Sparks. Pensa no falatório! Mas, super organizado, não houve problema nenhum. Um moço da Arqueiro veio conversar com a gente e ficou falando que a pele da namorada do Sparks era um espetáculo, e eu me lembrei que meu cunhado me disse que Nicholas era velho e gordo. Na hora que o homem apareceu por lá, todo mundo começou a berrar, e pra eu enxergar, precisei filmar, e quando ele chegou mais perto do público, filmando também, mascando chiclete, sorrindo, jogando beijo e dando tchauzinho, eu falei: "Bem que meu cunhado disse que ele era gordo..." Isso foi pro Instagram. Foi engraçado, hahaha... Fora que em algum momento soltei um "Love you, uncle Sparks", hahahah.






    Estava marcado para começar às 16h, mas, ele chegou às 16:08 e teve toda essa comoção, todo esse carinho que acabei de descrever. Quando ele entrou na salinha, olhei para o lado e vi a Elisama e o Diego chorando. Me achei meio insensível, mas, não sou dessas. Pra eu chorar em público a bagaça precisa ser zoada demais. Dez minutos depois, exatamente às 16:18 a primeira pessoa entrou e, por volta das 17:10 estavam nos chamando. Aí começou a parte cômica da vida. Eu estava descabelada, afinal, tinha tomado banho antes das cinco da manhã, então, os cabelos estavam o oh, rs. Eu estava usando o celular como espelho quando o segurança queria me tirar da fila com medo que eu fosse tirar foto, aff! Desnecessário! Aí eu perguntei pra moça da Arqueiro se poderíamos deixar as bolsas ali no chão e tals, e de repente falei que estava descabelada. A moça simpática que só, começou a arrumar - ou ao menos tentar domar - meus longos e armados cachos, quando de repente eu falei: "Cadê meus livros?". A moça gentilmente sorriu, e apontou para o homem, ela já tinha deixado meus livros na mesa para ele autografar. E de repente, ela sorriu mais e falou: "Sua vez!" E aí, não vi mais nada, era só titio Sparks e eu! 


Imagem MLC

     E qual foi minha reação? O que você faria? Eu fiz o óbvio: dei um abração nele, hahahah. Com meu inglês de quinta categoria, consegui manter um diálogo de trinta segundos com Nicholas, e, descobri que realmente, mando mais ou menos no inglês, eu não morreria de fome num lugar onde o inglês é língua mãe, hahahah. Ele me entendeu, sorriu, agradeceu, e não fez autógrafo nominal - meleca - só rabiscou o nome dele lá. Meleca mais uma vez! Mas, eu estava atordoada, lembra? Após os autógrafos, peguei os livros, agradeci e já estava saindo quando ele me chamou: "Hey, wait! And the photos?" Heheheh... Sorriso amarelo aqui! Sim, eu estava atordoada e estava saindo sem tirar as fotos. Aí gente, ele me deu um agarrão na cintura, rs, colou a bochecha, e o fotógrafo tirou umas três fotos. Mas, o moço que falou da pele da namorada do Nicholas nos disse que apenas uma será divulgada. Meleca de novo!


Imagem MLC
     Na saída tinha um segurança nos entregando um marcador do "Dois a Dois", e eu tive que pedir mais um, afinal, um dos livros é da Zana, então... Após sair de lá, abri meu livro já com manchas dos cinco anos de uso e abuso, rs, e vi a assinatura dele, tão linda... E pensei que valeu a pena os quarenta segundos lá, sabe. Provavelmente, nunca mais farei isso de novo, mas, foi muito legal, gente. Nunca pensei que um dia poderia conhecer um autor internacional com vinte livros publicados e traduzidos para diversos idiomas, já fico super emocionada de ter um diálogo da hora com as minas que são parceiras aqui do blog, a Lígia Dantas, a Bella Crestan, a Bianca Gulim, a Lilo Rodrigues, que não é parceira, mas, a gente sempre troca ideia, imagina como eu fiquei perto do meu autor favorito? Foi muito emocionante mesmo. Após pegarmos nossos autógrafos, saímos meio nas nuvens de lá, todos nós. Foi maravilhoso conhecer essa galera e partilhar esse momento com eles... Entre tantas pessoas que estavam lá, ser escolhida para fazer parte da "dezenas do 7" foi demais. Caras, vocês são show! Tiramos a última foto, e fomos para a estação, afinal, eu tinha que voltar pro interior, alguns pra Campinas, outros pra Capital e Grande São Paulo, e até a Sé ainda fomos juntos, nos separamos por lá, menos a Erika que já tomou outro rumo ali na estação Brigadeiro mesmo.


Imagem MLC


    Agora, o motivo desse post? Eu precisava compartilhar isso com vocês, gentemmm... Quem me acompanha há tempos, sabe que ele é meu autor favorito, e vocês sabem que foi importante esse momento, e porque não partilhar com vocês? Repito, eu precisava. Vocês também são demais, e eu amei poder contar tudinho aqui!

   Agora, vou ficando por aqui, pois, tenho que dormir, a chuva está caindo sem dó, e eu dou aula amanhã cedo. E amanhã tem resenha, ok?

Beijos+abraços+bombons...

Cecy

terça-feira, 4 de abril de 2017

{{BEDA}} Post nº 4 - Resenha #51 - Te Amo, Te Odeio. Sinto Tua Falta (Clube do Livro)

    Olá pessoas, tudo bem?
Hoje estou trazendo a resenha do Clube do Livro de março. Ontem, falei do livro ilustrado e hoje falarei  do livro lido em um dia. Não vou me demorar, então, bora lá?


Imagem MLC

   SINOPSE: Já se passaram 75 dias. Amy está cansada do interesse súbito que seus pais tomaram nela. E ela está realmente cansada das pessoas perguntando por Julia. Julia se foi, e ela não quer falar sobre isso. Eles não entenderiam, de qualquer maneira. Eles não entenderiam como é ter sua amiga arrancada de você. Eles não entenderia, como é saber que foi sua culpa. O terapeuta de Amy acha que ajudaria se ela escrevesse um diário. Ao invés disso, Amy começa a escrever cartas para Julia. Mas a medida que escreve as cartas, ela começa a perceber que o passado não foi tão perfeito como ela pensava - e que o presente merece uma chance também.


    Amy e Julia sofreram um acidente de carro, uma sobreviveu e a outra não. A mãe de Julia culpa Amy pela morte da filha, e a própria Amy se culpa também. Amy sempre foi uma menina um tanto quanto invisível quando estava sóbria, para isso, ela tentava sempre se manter bêbada para ser mais sociável. Ela e Julia estavam sempre nas melhores festas, e sempre bêbadas. Julia tinha um namorado que Amy não gostava muito. Ela sabia que o cara sempre traía sua amiga, e ela tentava fazer com que a menina visse isso, mas, a amiga era apaixonada. Um dia, Amy tomou uma decisão, e essa decisão levou Julia a entrar no carro e elas sofreram o acidente.


Imagem MLC

    Em uma dessas festas, Amy conheceu Patrick, um garoto pacato, tímido e totalmente atraente. Amy ficou com ele durante alguns minutos, mas, foi tão intenso que a assustou. Ela tentou esquecer o que havia acontecido, tentou deixar no passado, mas, esse passado veio batendo na cara dela, transformando - o em um presente super ativo.
É engraçado ver como Amy conta a sua história, como seus pais que nunca pensaram em ter filhos, e como não ligavam muito para ela, se tornaram mais presentes chegando ao ponto de se tornarem extremamente protetores. 

    Eu gostei muito do livro, comecei a ler mais ou menos às 13:15 e terminei antes das 20h. Dá para ler em um dia e nos deixa bem pensativos. Não é o melhor que eu já li, mas, é muito fófis!


Imagem MLC

Te Amo, Te Odeio, Sinto Tua Falta (Love You, Hate You, Miss You) - Elizabeth Scott, 180 páginas, editora Underworld. Gostei, podem ler!

   Vou saindo por aqui, chuchus, estou indo pra Capital, pois amanhã vou madrugar na Saraiva da Paulista. Titio Sparks, aqui vou eu!!!

Beijoooo