quarta-feira, 28 de setembro de 2016

BEDS - Post nº 28 - Livros depressivos - ótimos, mas, depressivos!

    Boa noite, corações, tudo bem?
Eu estou ótima, apesar de estar destruída! Eu comecei ler "Por Lugares Incríveis" na segunda e terminei de ler hoje, e estou destruída. Terminei de ler por volta das seis e meia da tarde. São oito e meia ainda estou com os olhos inchados e pesados. Não vou conseguir fazer resenha dele hoje, ainda não estou preparada para isso, rs!

   Então, decidi escrever sobre os cinco livros depressivos - ótimos, mas, depressivos - que eu gostei muito de ler. Bora conhecê-los?


5 - O Príncipe dos Lugares Perdidos - Kathy Hepinstall



    Ganhei de um de meus irmãos no meu niver de dezoito anos, demorei anos pra ler. Até que um amigo meu foi em casa e leu em dois dias e me disse que era ótimo. Aí eu li. Fiquei chocada com o final dele, bateu uma depressãozinha... pequena, mas, bateu, rs! E a protagonista era "locona"... Hahahaha! Sinopse: Uma mãe foge com seu pequeno filho de seis anos para uma caverna após acontecer um atentado na escola do menino, matando um coleguinha. Depois meses no meio do nada, um estranho aparece, e... Tcham, tcham, tcham, tcham... Hahaha!


4- A Última Música  - Nicholas Sparks


    Com certeza, se não o mais queridinho da minha estante, um deles. Já falei várias vezes o carinho que tenho por esse livro. Ganhei de uma de minhas irmãs no natal de 2010, entrei numa depressão profunda, chorei cântaros! Sinopse: Ronnie vai passar o verão com o pai no litoral. Apesar de não se darem bem, aos poucos vão se aproximando, e simultaneamente, ela se apaixona... Mas, nem tudo são flores!


3- Os 13 Porquês - Jay Asher



    Eu babo por essa capa! Uma pena que eu não tenho o livro físico, li no celular, se eu tivesse, com certeza, seria a cereja da minha banana - split, rs!. Chorei largado! Me trouxe para uma realidade existente, mas, desconhecida, ou melhor, ignorada! Sinopse: Um dia ao chegar da escola, Clay recebe um pacote com sete fitas cassete. Ao colocar para ouvir a primeira, escuta a voz de Hannah, a moça por quem ele era apaixonado e que se suicidou há duas semanas. Hannah revela que todos os que receberem suas fitas, de alguma forma a incentivaram a tomar a decisão pelo suicídio e os motivos. Clay não sabia o porquê ele tinha recebido aquilo, ele precisaria ouvir para saber mais.  Resenha.


2 - O Melhor de Mim - Nicholas Sparks


    Em minha opinião, o melhor livro de Sparks. Não é um romance água com açúcar, não. É uma história adulta, forte, cheia de encontros e desencontros. Clichê no começo - a menina rica se apaixona pelo cara pobre, os pais não aceitam... Aquela mesma fórmula que dá certo. Mas, as coisas mudam de figura com uma tragédia, e vinte e um anos depois, eles se reencontram, e... tcham-tcham-tcham-tcham.... Só lendo pra saber, haha. Chorei, chorei, chorei muito! Sinopse: Dawson Cole e Amanda Collier se amam mais que tudo. O pai e os irmãos dele eram bandidos assumidos e o odiavam, e tudo o que o jovem queria era sair daquela cidade, se casar com Amanda e ser feliz, mas, uma tragédia os separa. Anos mais tarde, após um encontro inesperado, os antigos namorados se reencontram, e muita coisa acontece...


 1 - Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven


    Como eu disse ali em cima: li há poucas horas, e fiquei destruída! Ainda estou com os olhos inchados e ardidos. Sinopse: Theodore Finch - considerado Aberração -  está na torre do colégio prestes a cometer suicídio, quando olha para o lado e vê Violet Markey- a popular -  prestes a fazer o mesmo. Ele então dá um jeito de tirá-la de lá, fazendo com que todos acreditem que ela o salvou. Sentindo-se de certa forma responsável por ela, uma amizade no mínimo estranha se forma. Enquanto Finch e V. se aproximam cada vez mais, eles visitam juntos lugares fantásticos no estado onde moram para um trabalho de geografia. Aí... Já me deu vontade de chorar de novo! Entrou pra lista de um dos melhores do ano.


BÔNUS: Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock



    Já falei que esse foi um dos melhores livros que li esse ano. E um dos piores. Ri e chorei. Me emocionei muito lendo esse livro. Sem dúvida, um dos melhores que li no ano! Sinopse: Lucy vem de uma família de mulheres com câncer, ela mesma já teve e venceu. Michael assim como sua mãe, sofre de um grave transtorno bipolar, que às vezes o leva a internação na ala psiquiátrica que pode durar meses. Eles se amavam e se casaram. Optaram por nunca ter filhos, para não passarem sua herança genética para os filhos. Onze anos de um casamento feliz se passam, e Lucy se vê grávida. E agora? Tcham, tcham, tcham, tcham...

    Esse post me fez lembrar aquela música do Fábio Jr, "Choro", que a primeira frase é: "Tem horas que bate uma tristeza tão grande...." É o meu caso. E agora piorou tudo, porque enquanto escrevo esse parágrafo coloquei a tal música pra ouvir, e tá me dando "uma tristeza tão grande", hahaha... 

    Então é isso, amores! Buenas, tchê!

6 comentários:

  1. oi flor, adorei a ideia desse post, e infelizmente
    sparks escreve alguns livros depressivos, mas amo mesmo assim rsrrs beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    http://www.indicarlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tay! A ideia surgiu assim que terminei de ler Por Lugares Incríveis, rs! Eu amo Sparks também, não resisto, haha!

      Beijoooo!💖💖

      Excluir
  2. Oiii Cecy! Vou anotar todos pra ler e ver se o meu core derrete kkkkk sim sou bem aquariana mesmo kkkk nunca chorei lendo um livro :/ mas ontem eu terminei de ler Harry Potter e a Ordem da Fênix, e estou na Bad. Tô bem triste é nesse livro que almofadinhas morre :( assim que terminei fiquei paralisada, saber dos pensamentos de Harry me deixou bem pra baixo :/ e agora já iniciei uma nova leitura pra ver se passa, mas não adianta kkkk

    *Beijokas -Hellen Barros.

    www.apenasgiz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Hellen! Menina, fiquei mal com a morte do Sirius, principalmente por saber que foi tão tosca... Hahahah... Xiii, se você ficou mal com esse, O Enigma do Príncipe te deixará pior, vai te fazer odiar alguns e amar outros... Sabe o que eu mais gostei na Ordem da Fenix? O Neville começou a brilhar! E ele brilha até o último livro!
      Agora, tô chocada em saber que você nunca chorou num livro, o primeiro que eu chorei foi Helena, de Machado de Assis aos 16 anos. Depois disso, não parei mais, hahaha! Eu também já comecei outro, um mais cômico dessa vez, andei lendo muita coisa deprê nesses dois meses.

      Beijoooo! ^^

      Excluir
  3. Olá Cecy
    Aaaaiiinnnn menina não faz isso comigo não, eu tô louca para ler Por Lugares Incríveis ui
    Essa temática é bem diferente eu amei esse ponto de vista
    Nossa como eu chorei com A Última Música, eu simplesmente não conseguia continuar por que não parava de chorar, quase desidratei, e que livro/filme lindos d++++++++++
    Outro que chorei horrores foi A menina que semeava, noooossa não posso nem falar que vem tudo de novo e sniffff funnnng
    Bjssssss Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli! Por Lugares Incríveis é simplesmente lindo! Finch e V são adoráveis, e a palavra literalmente para o livro é essa: adorável! Desidratei! A Última Música acabou comigo, menina! Meu pai faleceu em abril de 2010 e minha irmã me deu o filme em maio. Acabou comigo, né? E pra piorar, no natal do mesmo ano ela me deu o livro. Acabou comigo também!
      Esse A Menina que Semeava não conheço, vou pesquisar!

      Beijoooo! ^^

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por