domingo, 24 de agosto de 2014

Resenha #8 - Uma Curva na Estrada - Nicholas Sparks

Boa noite, gentemmm...
Primeiro de tudo: hoje eu fiquei mais velha! Entrei pra terceira idade e estou meio que em depressão devido a isso, mas eu vou sobreviver, ahahah... Então, trouxe meu cachorro favorito com um bolo pra dividir com vocês! Obrigada por acompanharem meu cantinho! :)

Vamos falar um pouco sobre uma obra maravilhosa do meu autor favorito, Nicholas Sparks: "Uma Curva na Estrada". Gente, eu amo Sparks. Eu sempre falo que ele tem uma sensibilidade que poucos autores possuem. Todas as obras dele que eu já li (até que já foi um número razoável de livros, por assim dizer) noto que ele escreve de uma forma tão real que além de nos fazer crer que a estória é verdadeira nos deixa muito pensativos. Perguntas como "até onde eu iria por um amigo?" ou "posso realmente perdoar?" são muito frequentes, nos colocam pra pensar. Na minha sala do 8º vários alunos leram ou estão lendo "A Última Música" dele, e cada um sempre tem algo novo pra acrescentar. Mas voltando ao assunto, vou tentar falar do livro sem dar muito spoiler, ok?
 O livro conta três histórias paralelas: Miles Ryan é um subxerife de uma cidade da Carolina do Norte (óbvio!) e está viúvo há dois anos. Ele cria seu filho de oito anos Jonah que está tendo problemas na escola devido a falta que sente da mãe e a ausência inconsciente do pai. Sua professora, Sarah Andrews se apega ao menino e decide lhe dar aulas extras três vezes por semana. Sarah morava em uma cidade grande, era casada com Michael e aparentemente muito feliz. Porém, ao descobrir que não podia ter filhos seu esposo passou a rejeitá-la; e após o divórcio ela vai morar na mesma cidade que seus pais, e vai dar aulas na escola de Jonah. Fica bem claro logo de cara que Sarah e Miles vão se envolver, já no terceiro ou quarto capítulo do livro isso já fica a mostra. A terceira pessoa, é o assassino de Missy - esposa de Miles. Missy saiu pra correr uma noite e foi atropelada. Miles tinha certeza que havia sido um assassinato, a pessoa que dirigia o carro porém dizia ter sido um acidente. Pela primeira vez li um livro de Sparks que saiu um pouco do romance meloso água com açúcar (que eu gosto, é verdade, rs) para algo um pouco mais misterioso. O desenrolar da história vai deixando o leitor cada vez mais ávido para saber quem é o cara que matou Missy, que lógico, a identidade é revelada já bem ao final do livro. Eu desconfiei de quem seria o cara por um mero detalhe que achei intrigante no meio do livro, e lá no final se confirmou. No capítulo que revela a identidade do indivíduo já se sabe quem é pela deixa do último parágrafo do capítulo anterior.
Confesso que não foi o mais bonito dos livros dele, pra mim A Última Música e Querido John não tem pra ninguém, mas esse é um daqueles livros gostosos de ler e que te prendem nas páginas do início ao fim. Com certeza recomendo!
"As vezes, quando se busca o amor, primeiro é preciso encontrar o perdão!" - Nicholas Sparks.

Uma Curva na Estrada - Nicholas Sparks. Recomendadíssimo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por